29/09/2018

Memórias de estrelas

art: tofuvi
Caíram estrelas do céu quando saíste e de repente as noites parecem mais escuras e os dias mais solitários.
Por vezes, eu vagueava com a possibilidade de te ver de raspão e agora sou assombrada pelo facto que não importa para onde eu vá nesta cidade, essa possibilidade é nula.
Agora tudo o que eu tenho são memórias. Memórias que irei guardar com imenso carinho. Como quando tínhamos aulas em salas lado a lado, quando te via por aí mas na maioria das vezes tínhamos demasiada vergonha para nos cumprimentar, quando eu estava a sair e tu a entrar e acabávamos por nos cruzar. Mas também quando por acaso te encontrava na cantina, e das 2 vezes que almoçámos juntos.

Nunca irei esquecer daquela 1h30 duas ou três vezes por semana onde éramos colegas, ou daquelas vezes que acabávamos por ficar 3h por causa de testes. Das tuas piadas, do teu sorriso e as minhas bochechas coradas. Das tuas danças esquisitas, das tuas expressões e brincadeiras.
Graças a ti, esse local tornou-se um local feliz e divertido, um local onde eu gostava de estar. Foi nesse local onde linhas paralelas tiveram a oportunidade de se cruzar. É uma maneira triste de pensar mas eu acredito que se não fosse pela tua decisão, eu nunca seria parte da tua vida e tu nunca serias parte da minha. Como linhas paralelas, percorremos caminhos diferentes, temos interesses diferentes e, assim, eu nunca te teria conhecido. Mas felizmente cruzaram-se, e felizmente não foi só por um milésimo de segundo.



É um sentimento confuso. Porque estás a seguir os teus sonhos e eu partilho do mesmo entusiasmo que tu. Porque eu nunca irei esquecer dos domingos de manhã, após me teres convidado para ir ver um jogo teu, que acabou por se tornar rotina, onde, pelo menos por 1h30, a minha mente fugia das coisas que me atormentavam e focava-se apenas em duas coisas: a bola nos teus pés e o meu coração nas tuas mãos. Nem irei esquecer de como tu lutaste para dar um passo em frente, apesar das bocas que tinhas que ouvir ao teu redor.
Mas também porque o pouco tempo que passava sempre me pareceu tão escasso e a felicidade de existir no mesmo espaço que tu tão efémera. Provavelmente, algo dentro de mim sabia que irias desaparecer brevemente. Afinal, as estrelas não duram para sempre.

Na noite ligeiramente mais escura sem as estrelas dos teus olhos, algo me inquieta. Irás guardar estas memórias com tanto carinho como eu? Fui capaz de viver no teu coração? Será que te vais lembrar de mim ou sentir a minha falta pelo menos só um pouco?
E embora não vejamos as mesmas estrelas de noite, ainda estamos debaixo do mesmo céu que elas ocupam. Então eu espero que mesmo com quilómetros de distância, recebas o meu buquê de "gosto de ti"s que nunca foram ditos

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por vires comentar!!
P.S: Sou de Portugal, alguma coisa que não percebas avisa u v u

❥Respondo a todos os comentários assim que puder.
❥Podes por o URL do teu blog no fim mas tens de falar do post.
❥Podes pedir tutoriais e utilitários.
❥Podes falar palavrões (como eu falo ás vezes) mas não ofendas ninguém com eles, ok?

♣Não aceito "Seguindo, segue de volta?", só sigo se gostar do blog.
♣Comentários insultosos para com alguém não serão publicados.
♣Não utilizes o teu comentário para publicitar o teu blog.
♣Os pedidos de parceria só são aceites na devida página(com algumas excepções).

♥Podes usar estes bonequinhos:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †